terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Dando um tempo


Seguinte, domingo tenho prova do Estado das Minas Gerais para professora e a louca aqui não estudou quase nada... enfim, estarei off essa semana para um intensivão.
É. Eu não sei usar a internet com moderação, então tenho que me abster da vida on-line.
Desejem-me sorte.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Eu não sei de tudo

Existem coisas que simplesmente eu não sei de quê é feito ou como é feito.

O queijo, sempre soube que era feito com leite, mas daí saber como era feito era exigir demais para uma pessoa urbana como eu, existem pessoas por exemplo que não sabem que para fazer biscoitos de polvilho, além do polvilho você precisa de ovos.

E nesse feriado eu presenciei como se faz um bom queijo minas. Não vi a "tirada" do leite e o momento em que se colocar o coalho porque isso acontecia antes das 08 da madrugada e eu não sou obrigada a acordar cedo em pleno feriado.
o leite coalhado
depois que o leite estiver colhado coloca-se em um pano fino para apertar 

vai apertando até sair o soro do leite
depois de apertar coloca-se em formar redondas (aqui feitas com pvc), coloca sal por cima e deixa escorrer, depois de um tempo viramos o queijo e colocamos mais sal


queijos fresquinhos prontos... a paixão dos mineiros
Em off, mas eu juro que não sabia que abacaxi dava em árvores ou seria em ramas?
Achando curioso, fotografei.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Envelheço na cidade

3.2 com o idealismo dos 2.0.



No meu aniversário tudo o que para mim desejares, te desejo em dobro.


Carnaval 2012 ou enfim o descanso

Loucuras e grandes farras de carnaval não me pertencem há seis anos.
Maridão, após seis longos anos, consegui folgar nesse carnaval.
A dúvida: praia, em Rio das Ostras ou no interior mineiro, na casa dos tios do maridão.
Tentada, tentadíssima, em ir para praia, mas o cansaço falou mais alto e decidimos ir para o interior.
A minha vida nos dias de folia se resumiu em comer, beber, dormir e dar risada.
Major Porto, distrito de Patos de Minas, abriga cerca de 1.400 comedores de pamonha, milho cozido, milho assado, milho refogado, milho com milho...
Um lugar bom para descansar a mente, tomar cerveja e... comer milho e queijo também.
O povo do interior, é quem sabe das coisas. 
o cão Rex

as maritacas barulhentas 

o canto do lago

folia de Reis


um banho de rio

o por do sol visto da varanda da casa em que ficamos

um tucano colorindo a paisagem




milho para as pamonhas

truco na beira do rio

cunhada "in natura" Cléo

com os queridos tios que nos receberam tãoooo bem

as lindas árvores de flor laranjada
Foi bom. Muito Bom.
Aliás, o mundo sabe ser bom.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Nesse carnaval



Vou ali em Patos de Minas, comer pamonha, tomar cerveja  e visitar a família do marido.

Bom feriado.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Agradecimento


Senhor meu Deus, obrigada por soprar no meu ouvido que eu deveria ir lá olhar aquela vaga para as aulas de sociologia, mesmo quando eu estava desanimada e tinha quase certeza de que não iria dar certo, afinal amanhã começa o carnaval e o senhor tá ligada que aqui no Brasil as coisa são bem lentas nessa época.

E eu bem consegui 11 aulas.

 A questão financeira ainda não será de tudo resolvida, o Senhor está ciente que o seu filho Anastásia,àquele que é governador aqui em Minas, paga uma miséria para os professores, né? E onze aulas não é um cargo completo, então o salário é menor ainda. Mas paciência não se pode ter tudo.

Porém, a minha vida burocrática, essa sim, estrará nos eixos.Imagina o Senhor que com essas aulas que eu consegui eu não vou precisar de correr atrás de estágio...

Enfim, querido Deus, o Senhor realmente entende das coisas e me deu um tanto de tranquilidade para enfrentar esse ano.

Agora só me apego aos anjos que o senhor designou para cuidar de mim, para que os alunos dessa nova escola sejam tranquilos, ou como não há bônus sem ônus, eles sendo respeitadores já me basta.

A senhora vice-diretora me aconselhou: de vez em quando aparece uns alunos chapados de drogas pesadas por lá, mas é só fingir que não está vendo e não deixar de abaixar a cabeça quando eu passar pela boca de fumo na frente da escola.

Pois é, a sua filha aqui, continua com a certeza de que a sociologia ira mudar um pouquinho a cabeça dos seus filhinhos que estão com um pé no tráfico.

Valeu por essa.



quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Brindo a vida

Não tem jeito. Existe àquela turma que é pau pra toda obra e toda cerveja gelada. Não deixam de comparecer aos nossos "eventos", mesmo que seja numa terça-feira brava.
Josy e Nando que surpresa agradável. Amor forever.
Marcelo e Pâmela, vocês nunca falham!
 Renata e Fred (o frango), ótimo vocês terem aparecido e eu garanto quem nem doeu!
João, valeu pelo bolo e pela simpatia.
Eli, mesmo sabendo de última hora, não pisa fora da faixa!
Cris, você é um irmão!
Queridos,amigos , obrigada por aparecerem e fazer o dia do maridão mais alegre.
Quem não foi, perdeu.








terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Aniversário do meu maridão


Vida,
Você é como o vinho,mais saboroso com o tempo.
Que Deus te cubra de bençãos, pensamentos positivos, inspirações e saúde.
Feliz Aniversário, meu amor.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Marido não é parente


meu casamento


Não. Marido não é parente. Mas é aquele que a gente escolhe para a vida toda. É uma escolha e o princípio máximo da liberdade é o ato de escolher, de preferir.

Pai, mãe e irmãos, tios, primos e avós não são escolhidos por nós. São obras do acaso e não são todos que são privilegiados em nascer em uma família amável e unida. Existem famílias que são verdadeiros sacrilégios.

Eu tive a sorte de ser bem nascida.

Mas não é sobre a minha família que quero falar. E nem de amigos, porque esses também são os irmãos que a gente escolhe.

“Esposo” vem do latim 'sponsare’ que é sustentador, patrocinador. Na prática o esposo é àquele que mantém o lar protegido, e aqui não falo do sustento e proteção somente pelo salário do homem, mas sim do carinho, da ternura, da cumplicidade.

Nas famílias do mundo contemporâneo, não manda mais quem ganha mais. O sustento não só depende do homem; as mulheres como estamos calejados de saber, contribuem em muito com as despesas da casa e algumas bancam grande parte ou 100 % de tudo.

O mundo já não é mais como o de minha avó, que era exclusivamente dona de casa e mãe. Com a liberdade sexual, com a possibilidade de escolhas e de experimentações as mulheres passaram a ter o direito de escolherem se querem passar os seus dias e noites ao lado de um homem, sem a necessidade de terem que assumir o compromisso de um casamento ao subordinarem-se as vontades dos pais ou da sociedade.

Hoje escolhe-se casar ou curtir a solteirice para todo o sempre, amém.

Portanto, com tantas opções, porque o namoro virou um mercado (pode-se escolher trocar beijos com playboys, badboys, mauricinhos, coroas, tiozinhos, ricos, pobres, feios, bonitos, sarados, estranhos, nerds e até com rapazotes de 18 aninhos), eleger só um entre todas as criaturas disponíveis do sexo oposto é prova de amor.

Por escolha, livre e espontânea encarar o altar, o “sim’ ao pé do juiz, ou amigar com fé é a maior prova arcaica de amor que pode existir em tempos modernos.

 Marido não se torna parente, mas torna-se confidente, companheiro, amigo e amante. Briga-se por ele e com ele. Conta-se com ele.
E finalmente ele é escolhido para formar a sua família, quando um sangue é misturado com o do outro. O filho tornou-se parente de ambos.

E assim os filhos que tiverem um dia irão escolher alguém de outra família, que também não se tornarão parentes e irão gerar uma outra vida, que irá escolher um  outro alguém.... e tudo se torna um ciclo.

Não. Meu marido não é meu parente. O sangue que corre lá não é o mesmo que corre cá. Mas ele é o meu escolhido.

em 06 de setembro de 2008... o dia em que fizemos a nosso aliança




sábado, 11 de fevereiro de 2012

Gentis Coincidências

Estava com a música Cálice do Chico Buarque e Gil na cabeça o dia todo, quando uma grande amiga "sóciolouca" postou no face a versão do autêntico rapper Criolo no Facebook.

E logo pensei: coincidências são milagres onde Deus prefere ficar anônimo.

Deliciem-se com as duas versões, mais a homenagem do Chico ao artista Criolo:


Cálice

Criolo
Como ir pro trabalho sem levar um tiro
Voltar pra casa sem levar um tiro
Se as três da matina tem alguém que frita
E é capaz de tudo pra manter sua brisa
Os saraus tiveram que invadir os botecos
Pois biblioteca não era lugar de poesia
Biblioteca tinha que ter silêncio,
E uma gente que se acha assim muito sabida
Há preconceito com o nordestino
Há preconceito com o homem negro
Há preconceito com o analfabeto
Mas não há preconceito se um dos três for rico, pai.
A ditadura segue meu amigo Milton
A repressão segue meu amigo Chico
Me chamam Criolo e o meu berço é o rap
Mas não existe fronteira pra minha poesia, pai.
Afasta de mim a biqueira, pai
Afasta de mim as biate, pai
Afasta de mim a coqueine, pai
Pois na quebrada escorre sangue,pai.
Pai
Afasta de mim a biqueira, pai
Afasta de mim as biate, pai
Afasta de mim a coqueine, pai.
Pois na quebrada escorre sangue.

Cálice (Cale-se) com Chico e Miltão:
E aqui o bom e delicioso Chico faz um rap para o Criolo:

Que o cálice da ignorância seja de mim afastado...

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Desistir Jamais

getty imagens
Hoje foi um dia punk-rock-hardcore. Depois de dormir menos de três horas (sono  que mais me cansou, do que energizou) fui encarar as designações em duas escolas.
A primeira bateu na trave, perdi para uma figura com um barrigão, prestes a parir. Sua classificação era melhor do que a minha e ela precisava garantir a sua licença maternidade e o sustento do seu rebento.


Na outra escola, próximo à minha casa, simplesmente cancelaram a vaga sem aviso prévio. Caminhada, tempo e grana perdidos. Enfim, o que me acalma é saber que ainda me restam forças e um pouco de ânimo para correr atrás, até bater na porta certa.


Passei o resto da tarde "bodando", assistindo à um dramalhão no dvd, curtindo a minha casa.


Penso no correr da vida e acredito que tudo realmente deve ter seu tempo, que a cada dia me movo mais intensamente para dentro da vida, da minha vida. 


Cresço profundamente dentro de mim, tal como uma árvore, que quanto mais alta, mais profundas são suas raízes.


ps. agora cai uma chuvinha de verão, que veio para refrescar a minha noite e afagar o meu coração. Já contei que sou apaixonada pela chuva?


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Oração


"Mudanças só acontecem através de ações"


Senhor Meu Deus,

Faça com que eu consiga umas aulinhas para lecionar rapidinho. Porque sem trabalho eu fico muito ansiosa, não me agüento, meu marido coitado, perde as estribeiras e sem trabalho eu fico sem o  faz-me rir e sem grana terminar a faculdade, pagar a moto, o celular e tomar umas biritas vai ser osso.
Só pra lembrá-lo, eu gosto de verdade de dar aulas, embora àquele seu filho Anastasia não pague aos professores como eu, uma maravilha de salário. Mesmo ganhando pouco e tendo que educar os filhos dos outros eu adoro o que faço.
Além de tudo, Senhor, embora seja atraente ser sustentada pelo marido, o Senhor não me fez para ser dependente e se nada der certo nas escolas essa semana a sua filha aqui corre o risco de torna-se uma pequena pit bull.
Amém.

P.s Juro que estou agindo, mas caso o Senhor esteja me testando, eu prometo me empenhar ainda mais...

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

A cerca de mim

Eu sou assim:



  •  a comida no prato tem que ser separada (comida misturada me dá gastura
  •  jaca é deliciosa e o cheiro idem
  • chocolate só beeem de vez em quando
  • cinema tem que ter pipoca
  • vou ao cinema sozinha
  •  já tentei ir em bares sozinha (homens acham que estamos à procura ou desesperadas por companhia)
  •  salão de beleza é o Ó
  •  filmes tem que me fazer chorar
  •  tenho que balançar o pé para dormir
  •  cerveja tem que ser estupidamente gelada
  • doce só os azedos
  • prefiro a noite ao dia
  •  todos os cachorros são lindos
  • não tomo leite
  • internet vicia
  • viajar é investimento
  • roupa de cama tem que ser 100 % algodão
  • não uso de forma alguma toalhas de rosto ou de mão na casa de outras pessoas
  •  poderia viver de macarrão


  •  poderia viver de macarrão e cerveja gelada
  •  poderia ter mil profissões: esteticista, guia de turismo, hoteleira, historiadora, arqueóloga, esportista, administradora, madame
  • sonhava em ter um boteco
  • sonho em ser corredora
  • deveria ser naturalista
  • deveria ser vaidosa
  • vou colocar silicone depois de amamentar
  •  quero ter dois filhos homens
  • prefiro cachoeira do que o mar
  • prefiro pousada do que hotel
  • não consigo dormir enquanto viajo
  • já fui pra Belém de ônibus (48 horas de viagem)
  •  tenho que ler todos os dias
  • leio dois livros ao mesmo tempo
  • leio no banheiro
  • e se não tiver nada para ler, leio bulas de remédio
  • adoro cheiro de criança limpinha
  • caminhadas na praia me emocionam
  • não tenho paciência para fazer artesanato
  • cerveja mofada de tão gelada me emocionam
  • não troco fraldas sujas de crianças
  • amo conversar com velhinhos
  •  adoro histórias de assombração
  • manga é minha fruta favorita
  • não vivo sem queijo
  • pão de queijo só em Minas
  • bebo café em vez de água
  • água tem que ser gelada
  • não gosto de ninguém na minha cozinha
  • acho que só eu sei limpar a casa do meu jeito
  • não gosto de pedir favores
  • não peço a mesma coisa mais de uma vez
  • nunca sofri por amor
  • já fiz os outros sofrerem por mim
  • sofri por fazer os outros sofrerem
  • minha primeira viagem sozinha foi com 4 anos de idade
  • quero conhecer Fortaleza
  • adoro casamentos
  • adoro Marcelo Camelo
  • Brad Pitt me arranca suspiros
  • Adoro Família Dinossauro
  • Assisto novelas
  • Quero morrer dormindo
  • Adoro livros de receitas
  • Quero fazer um curso de fotografia
  • Quero ganhar dinheiro com fotografia
  • Sinto saudades das minhas amigas
  • quero morar em Santa Catarina
  • Quero morar 1 ano no Rio de Janeiro
  • Quero conhecer o Hawai
  • Não tenho paciência com piscina
  • Gosto de torrar no sol
  • O frio é melhor para namorar
  • Falo pelos cotovelos
  • Fico “viajando” antes de dormir
  • Adoro ver meu marido jogando bola
  • Coca Cola é água
  • Não sei comer sem carne
  • Acredito em Deus
  • Gosto muito de dinheiro
  • Não sei guardar dinheiro
  • Odeio ficar desempregada
  • me revolto com a morte
  • Sinto falta de ter um cachorro
  • Já saí do restaurante sem pagar
  • Já traí
  • Fui traída
  • Dei o troco
  • Tenho medo de guiar a minha moto
  • Penso em quais nomes dar ao meu filho
  • Tenho medo de não ter filhos
  • Me assusto em filmes de terror
  • Sinto falta do meu avô
  • Tenho o melhor pai do mundo
  • Não sei discutir a relação
  • Tenho medo da solidão
  • Esqueço de tomar comprimidos
  • Pavor de dentista
  • A dona da verdade
  • Amante da chuva
  •  Choro com comerciais fofinhos
  •  Não gosto do meu nome 
  • Dormia ouvindo música
  • Sanduíche tem que ter presunto
  • Acho os homens mais legais do que as mulheres
  • Gosto da minha sogra
  • Falar palavrão me deixa leve 
  • Fico angustiada em livrarias, pois sei que nunca irei ler tudo o que quero
  • Não quero ter patrões
  • Nunca estudo para prova
  • Já roubei caneta na loja Americana
  • Odeio acordar cedo
  • Meu marido é o máximo
  • Não gosto de viajar de trem
  • Gosto de viajar de ônibus
  • Pago contas e faço compras pela internet
  • Não esquento a cabeça com filas grandes
  • Faço todas as vontades do meu marido
  • Eu era feliz e não sabia
  • Eu sou mais feliz hoje e sei disso

E o Kiko?




Sim. Eu sou uma mulher que bebe todas e que fala palavrão. E não são essas características que me fazem pior que os outros.

Algumas pessoas me perguntam se eu bebo. E eu digo que só bebo porque é líquido, se sólido fosse, eu comeria. O único problema que tenho com a bebida é com o preço da cervejota.

Então para àqueles que se preocupam com o sangue no meu álcool e com quanto gasto com bebida fiquem tranqüilos. Não sou alcoólatra e que bebe a bebida sou eu. Não é a bebida que me bebe.

E eu encho a boca pra falar um puta que pariu, um cassete, um caráleo e falo porra com gosto.. Àqueles com ouvidos sensíveis fiquem despreocupados. Sei muito bem onde não cabe um cassete.

É isso. Se você não bebe, fodas é seu.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Big Apple




Dando um tempo na cerveja resolvi experimentar a bebida sensação do verão:  Big Apple.

Um cheiro danado de bom e gosto ídem. Primeiro fui com Swappers e achei muito docinha. Não gosto de bebidas mascaradas, gosto de sentir o gosto real da bebida. Vodka eu sempre preferi puro com gelo do que misturar com Coca cola, por exemplo.

Agora se você pretende ficar chapadinho-alegrinho-felizinho, encare a  Grande maçã pura com gelo (como eu fiz) e adote o lema "Se eu não lembro, eu não fiz".

Após enxugar quase uma garrafa voltei pra casa no maior Big Love pra chuchu...

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Papo Reto


Mulher já costuma ser um bicho bem chatinho, fresquinho, enjoadinho.

Acho que a mulher que reclama do marido em público, em mesa de bar, é tão deselegante e esse fato enfraquece a amizade. Quem reclama demais, não só do marido, mas também da vida, fica taxada como chata, como antipática, baixo astral... 

Acabamos de chegar de um encontro com um casal de amigos e a outra esposa com cara de quem não é comida há tempos, só abriu a boquinha para falar mal do maridão, que diga-se de passagem estava com o maior astral, super do bem.

Vou te dar um papo reto, minha filha: reclamar,  falar mal do marido na mesa do bar é o Ó, pra isso existe o analista...

 Nota mental: quando sair comigo, NUNCA, JAMAIS, NEVER, JAMÉ me chame para lhe acompanhar ao banheiro. 
(mulheres acompanhadas no banheiro só servem para reclamarem ainda mais da vida)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Meus Clicks

E já que confessei no post abaixo, que por minha culpa, minha tão terrível culpa eu sismo em fotografar o mundo ao meu redor, abaixo estão os registros de um passeio à antiga casa de meus avós...

Pedrão








também nunca tinha visto um pé de abacaxi, desculpas

de vez em quando eu peço para alguém para tirar "um retrato" meu, assim eu provo que eu também estava lá


modernidade:  os vaqueiros agora usam moto, os cavalinhos foram aposentados

casa da madrinha do meu irmão

utilizando o temporizador da máquina... família Buscapé

no curral

atolada... sem nojinho


juro que só tinha visto ovos na feira ou  em supermercados



pegada de uma jaguatirica que anda comendo as galinhas e pequenos animais (como o gatinho acima do meu tio)

juro que já vi uma assombração nessa estradinha