terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Recomeçar

Pensei em esperar o dia 01/01/2012 para dar início ao meu novo canto. mas vivemos adiando as coisas e a minha cabeça ferve de vontade de desabafar.

O mais difícil foi inventar um nome, pensar sobre o que eu gostaria de escrever. Então me lembrei de pequenos acontecimentos da minha vida que levaram-me a gostar tanto da leitura e da escrita: quando ganhei o meu primeiro diário aos 10 anos de idade e nele passei a registrar o meu dia-a-dia, minhas agendas na adolescência e por fim os três blogs que mantive nos últimos cinco anos.

Sempre fantasiei que quando moresse alguém que tivesse sido importante em minha vida um dia iria descobrir meus diários secretos guardados e só assim iria entender e conhecer verdadeiramente a mulher que ele amou, a filha querida, a mãe dedicada, a amiga companheira. Tempos de uma época em que eu não vivi. Hoje as pessoas se relacionam pela internet e é preciso acompanhar as novas tendência.

Assim sendo, ficarão nas páginas do google um pedaço da minha vida para quem vier...

5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Que bom! Estou aqui então no seu novo cantinho

Beijocas

Deinha disse...

Oi Keila!Que bom que não desistiu,e sim está reiniciando.Obrigada por dividir conosco a riqueza que existe dentro de você.Nunca desista de seus sonhos, mesmo que todos e digam não.Um grande beijo moça!

Thiago Nalli disse...

Opa... Blog novo? To Por aqui também..rsrsrs

o Meu abandonei, deixei para uma amiga cuidar, comecei a me incomodar com o termo "Adorável Crítica", não vejo nada de adoravel ali, e fora que Senhor Crítico fica muito surreal a mim.. Não tenho nada de senhor (pelo menos acho que não). Estou com outro agora, assim como você, não resistir esperar até 2012.. A Dama de Cinzas é a madrinha do novo blog, afinal ela deu a sugestão de nome.. E nasceu o "Opiniões Ácidas". rsrs

Bjs e sucesso ao novo Blog.

PS: Retira o confirmação de palavras do Comentarios vaiiii rsrsrs

Keila disse...

Agradeço à vcs que sempre me apoiaram.

Flávia Alves disse...

Como Sempre, estou aqui para acompanhar suas excelentes colocações e emoções. Sabia que quando leio seu blog viajo como num livro de contos, nem parece que a gente é tão próxima.
Te adoro minha sobrinha querida e te admiro muito também.