quarta-feira, 2 de maio de 2012

PUTA QUE PARIU!


Sabe quando você está precisando de uma folga no orçamento e então começa a procurar mais aulas para lecionar e assim complementar sua renda? Essa é a minha atual situação.

- Keila, entreguei seu currículo lá na escola. Vou começar a trabalhar em outra escola e indiquei você!
-ótimo, para qual série?
- para Educação Infantil. Segundo período.
- Que pena, não vai rolar, pois eu não sou formada em pedagogia e não tenho magistério. Meu curso é Ciências Sociais. Posso lecionar só à partir dos sextos anos, aulas de sociologia, filosofia e história.
-Esquenta não. Lá na região em que a escola está inserida é uma comunidade muito pobre e existe uma dificuldade tremenda de conseguir professores.
-Então beleza. Olha lá direitinho e me fala.
-Ok. Vou levar seu currículo amanhã.

Um dia se passou.....

- Menina, a diretora pirou no seu currículo. Você fez o curso de recreação e é isso que a escola precisa.
- Mesmo eu não tendo pedagogia ou magistério?
-Mesmo assim.
-Então tá, vamos lá conversar com a diretora.
-Já está certo. É você que vai assumir a turma. Seu currículo é ótimo e ela quer você.
-Ai, eu não acredito. Estava precisando tanto. Deus lhe pague. Obrigadão!
-Ok, na terça passo na sua sogra para te passar tudo.

Passei a segunda felizona, fazendo mil planos com o marido, comprando até avião caindo.

Na terça, pleno feriadão, passei a tarde inteira com a pessoa que indicou-me pegando informações, trocando ideias, aprendendo a rotina da escola, planejando aulas e feliz com o novo desafio.

Hoje, me apresentei na escola, linda, morena, cheirosa e japonesa, com mochila nas costas, lanche, not, a casa na mochila, pois de lá eu ira para a outra escola. Eu e a amiga felizes pelos novos rumos das nossas vidas.

Na escola:

- Fulana, essa é a Keila.
- Oi, estava agora como o seu currículo. Muito bom, mesmo.
-Que ótimo.
-Mas você não tem magistério.
-Não. Eu havia dito.
-Pois é, quem não tem magistério não pode lecionar na educação infantil.



O final da história foi trágico. Minha amiga, total sem graça e preocupada com a situação dela. A diretora com cara de taxo. Eu sem chão.
Chorei no caminho de volta para casa. Frustração e pressão 15x10.


4 comentários:

Rose disse...

Puxa vida Keila...me parece que o problema todo esta ai onde disseram que vc nao precisava do Magisterio....de onde foi que saiu esta informacao errada?
Esquenta nao, dias melhores virao. Acredite!

Carla disse...

calma Keiludaaaaa, tudo tem sua hora, algo bem. Melhor esta por vir, creia amiga, beijos esse nao era pra ser seu.

Cคмเlค disse...

puta que pariu ... afff ... melhoras.

Mara sem maravilha disse...

Já aconteceu algo parecido comigo. Depois de umas duas horas participando de um processo seletivo, no final, quando já tinha passado por todas as etapas, a recrutadora disse que não dava para me contratar porque não pagava passagem até minha cidade. Saí de lá cuspindo marimbondo. A raiva é tanta que não sabia se xingava, chorava, ria... Mas logo uma boa oportunidade aparece.